quarta-feira, 24 de junho de 2009

Bourjois na Liberdade

Semana passada, vi no blogs das Twins que haveria um curso de make da Bourjois na Ludovicus, situada na Liberdade. Como quem já me conhece um pouquinho deve ter percebido, eu tenho loucura (ia escrever doença, mas achei meio over prum assunto tão colorido e feliz) pela Bourjois. Acho linda a ideia contida por trás de toda a criação e a forma como eles continuam promovendo a ideia da make pro teatro, o que faz com que ao usarmos nossa make do dia-a-dia, nos sintamos simplesmente divas.


Daí que eu estava no msn quando li sobre a aula, e corri pra chamar as amigueenha, mas todo mundo ou trabalha ou mora a 82km de São Paulo e acha impo$$ível se deslocar até aqui pra um curso de make lindo, porém pago. Mas lá estava a Má, que topou ir comigo não só no curso - que era no sábado, como também na Liberdade na sexta pra almoçar e ver bugigangas (aqui, podem incluir bugigangas de make e de make de perua). Então fomos nós na sexta passear na Libertè e ver onde ficava a Ludovicus (bizarro, né? eu teria por obrigação saber, já que aquele é o bairro das makes.. relevem). Na sexta, o que mais me chamou a atenção na rota da Sacolada (na qual eu nunca fui, mas sempre fiquei namorando os "depois" no VNF?) foram a Audrey e uma outra loja que (duh) não sei o nome, mas é grande e linda e não é a Ikesaki. Ai que sonho. Eu queria tudo o que vi, pincéis, cílios, aqueles docinhos bonitinhos feitos de toalha (isso tem um nome específico?), e acabei voltando pra casa com isso:


Um par de cílios para volume, um par dos mais normais, para alongar um pouco e avolumar (?) um pouco, e um extra-exagerado, para ver como fica. Ainda não testei nenhum.



E esta cola coreana sem marca (tinha marca no pacote que foi pro lixo) que a moça da Audrey me jurou que funciona e que ela usa. Como a DUO tava absurdos de cara pro meu bolso aquele dia, e como eu costumo usar a cola que já vem com os cílios (guarde seu pensamento de desprezo pra você hahahahaha), acho que essa é uma intermediária pedindo para ser testada. Tem em qualquer perfumaria lá da Liberdade pelo preço amigo de 10 reais.

Trouxe também um pincel Klass Vough pra aplicar sombra e um monte de tranqueira que nem vale citar.

Sei que voltamos lá no sábado para o curso. Acordei mais cedo, porque na sexta passei em frente à Bakery Itiriki e cismei que queria tomar café da manhã lá. Fui com o marido e esperei a Má lá (mala hahahahahhahaha). Quando ela chegou, eram umas 9h30, nos dirigimos para a Ludovicus (Rua Galvão Bueno, nº 61) e ficamos já pensando no que usaríamos nossos 50 reais. O curso custava 50 reais e estes eram revertidos em produtos da Bourjois ao final. Como eu já imaginava, 50 reais daria cerca de MEIO produto, mas enfim, pra sanar isso existe o Morangão chegando em casa.

Descemos para o subsolo da loja (a Liberdade é mesmo um bairro de subsolos) e lá estava a salinha de make; um tanto deteriorada, mas uma salinha de make, com cadeiras e espelhos com luzes de camarim. Ficamos lá viajando até aparecer ninguém menos que Márcio Grimaldi, o maquiador lindo que nos deu o curso. Ele já chegou pedindo desculpas porque o material para a aplicação da make que deveria ter sido entregue na sexta não estava lá, mas disse de antemão que iríamos nos divertir. Foi de fato o que aconteceu.

Ele abriu a maletinha dele com coisas da Bourjois em cima da mesa central e começou a diversão.

Ele explicou sobre higienização da pele e preparação. Aí duas meninas que estavam lá, estavam passando hidratante, e ele ficou super feliz por ver a cena, mas advertiu que o hidratante naquela ocasião já era desnecessário. Explico: as moçoilas já tinham passado protetor solar na pele, e com isso já a tinham deixado úmida, hidratadinha. O que iria reforçar a hidratação seria a base, e com o hidratante, o risco de a pele ficar exageradamente oleosa era maior.

Então começamos a aplicação de base. Ele escolheu o tom de cada uma e nos deu uma esponjinha para passarmos. Caso fôssemos escolher sozinhas, ele recomendou que testássemos em áreas do rosto ou próximas a ele, para ter a certeza do tom certo. Passamos até ficar o mais natural possível.

Depois viria o corretivo, mas ele ressaltou que ninguém que ali estava precisando de corretivo, pois a base já tinha resolvido os problemas mais "graves". Ninguém exceto uma. É, yo. Eu fui de propósito sem nada na cara, e posso estar criando um monstro, mas minhas olheiras são uóóó. Foi bom porque ele pôde demonstrar o uso do corretivo em mim hahahahahaha. Ele aplicou o corretivo líquido em pontinhos embaixo do olho e com o dedo ANELAR (e segundo ele não pode ser outro) deu batidinhas até ficar uniforme (e eu chorei muito nessa hora porque ele batia meio pesado e meu olho não aguentou).

Pele feita, vamos ao blush. Ele lembrou que ninguém perguntou do pó compacto, mas já avisou que ele não achava ser importante no inverno para o tipo de pele das mocinhas lá. A não ser que fôssemos a uma festa e que precisássemos que a make durasse horrores com nosso suor, o pó era dispensável. Caso fôssemos usar, ele recomendou que fosse apenas na zona T, nunca perto dos olhos e nunca onde iremos aplicar o blush, porque o blush vai fixar melhor se em contato direto com a base. Pó sobre pó não fixa bem. Idem para as sombras.

Ainda no blush, ele explicou que há 2 formas de ser aplicado, uma para parecer queimadinho de sol (que se aplica sorrindo, nas maçãs) e outra para afinar o rosto (que se aplica "chupando" as bochechas pra dentro, da ponta do osso das maçãs em direção aos lábios).

Fomos para as sombras. Ele distribuiu aqueles Petit Guide de Style Ombre à Paupieres & Contour Pré-Assortis (os livrinhos) e algumas sombras avulsas entre nós. Aproveitei a deixa e perguntei se era mito ou verdade que as sombras da Bourjois são feitas para serem aplicadas com o pincel úmido. Verdade! Exceto essas dos livrinhos, todas as outras são sim para uso com picel úmido. E o básico é: uma sombra mais clara em toda a pálpebra e uma mais escura só no cantinho, sempre de fora pra dentro pra você conseguir controlar até onde quer que a sombra vá, senão, segundo ele, fica meio Jade (será que ele quis dizer Jade mesmo ou Maya?).

Depois o lápis de olho: em toda a parte de cima, rente aos cílios e na parte de baixo, de duas formas - para as orientais, em toda a parte de baixo, para as ocidentais, só do canto externo para dentro até a metade.

O truque (que ele jura que levou 11 anos pra aprender) do delineador, é passar por cima de uma linha já feita com lápis. Todas que estavam lá quisemos tentar. É sim bem mais fácil, até eu consegui.

A sombra iluminadora perto da sobrancelha durante o dia ele falou que acha cafona, nem deu trela pra isso. E a máscara para cílios, ele recomendou que quanto mais, melhor. Ele disse ser contra o curvex porque enfraquece os cílios e acha que não é necessário mais cílio postiço hoje em dia porque as máscaras fazem de tudo (não sei se concordo não... mas o maquiador é ele, né.).

Terminamos com gloss, ninguém quis batom. Eu até queria, mas minha boca tava tão ressecada por causa do frio, que ia ficar uma m* bem feia. Fui de gloss mesmo.

Subimos de volta para o andar da loja, lindas e coloridas (é, ia esquecendo de comentar, o Márcio reforçou o tempo todo o que eu penso sobre a Burjoá: CORES!!!!!!!! BRILHOSS!!!! GLAMOURR!!!!! DRAG QUEEEEENN!!! E também ficava falando pra gente passar muuuuito produto e sem medo porque ele poderia ligar pra França e pedir novos a qualquer momento - invejei muito) e fomos escolher nossos produtinhos. A Má tava com uma make tão linda e tão colorida, que eu queria levar o olho dela embora comigo, mas me contentei só com o delineador azul com paetês que ela usava (se eu não tivesse o blush Lilás D'Or eu também tinha myjogado). É um azul fechado, com brilhinhos, e que, quando esfumado, deixa os brilhos mais e mais brilhantes (porque sem esfumar eles se misturam no azul; esfumando, eles ficam mais superficiais na pele); chama-se Liner Glitter Fizz, na cor Nuit étoilée. O Márcio me convenceu também a comprar um lápis Duochrome na cor Violet rosé que é uma coisa inexplicável, um rosa com reflexo violeta cromado (e que como diria a Má, fica lindo num olho pro dia, por incrível que pareça). Na pele:


Eu adoraria que desse pra ver os brilhos na foto, mas não faço milagres.


Ah, e quando estávamos lá no stand escolhendo coisas, o Márcio comentou sobre a criação do Gloss Bijou, achei demais. Antigamente, as atrizes de teatro, na falta de um batom ou gloss, mordiscavam os lábios para deixá-los corados para a apresentação. A cor do gloss foi inspirada nessas mordiscadas. Lindo, não?

E foi isso, voltei para casa feliz, maquiada e mais apaixonada pela Bourjois do que nunca. Eu sei que devia ter tirado fotos lá, mas afe, preciso de um tempo livre primeiro para aprender a mexer na minha câmera. Grata pela paciência.

ps: a Gêmea Má leu meu blog e me cobrou esse post. Morri. (Mas por via das dúvidas reforcei meu estoque de olhos gregos porque agora o povo deu pra ter inveja da minha pele. É que ninguém viu a da minha mãe ainda. ahhahahahhahahahaha)

6 comentários:

  1. uuuhuhu! amei o post! e a vontade de ter ido junto so aumentou tb :(
    eu tava aqui pensando: do jeito q meus cilios são, vou ter d montar um estoque d cilios postiços aqui kkkk (nunca usei, n tenho nenhum)
    dpois faz um post sobre olhos postiços!! quero ver como fica cada um desses q vc comprou >) rá!
    o lapis violeta é diviiino! qnto foi cada um? 25 cada?
    gostei da dica do delineador, dpois vou testar xD
    beeejo gabiii! ;***

    ResponderExcluir
  2. putz, olhos postiços foi o fim kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    cilios postiços*

    ResponderExcluir
  3. 1 - "docinhos bonitinhos feitos de toalha"?? O.o
    2 - colaaaaaa???? O.o
    3 - "Antigamente, as atrizes de teatro, na falta de um batom ou gloss, mordiscavam os lábios para deixá-los corados para a apresentação." ---> Atualmente, Renata, na falta de batom ou gloss, mordisca os lábios para deixá-los corados. uhahuahuahuahuauhahuahuahuhuhua
    pior que não to zuando... =D

    ResponderExcluir
  4. Olá meninas, estou aqui pela primeira vez, e adorei o blog.
    Sou louca pra usar uum par de cílios postiços, mas ainda nao encontrei um de qualidade "mais ou menos", pra usar.
    Queria mesmo começar por um daqueles maravilhosos do Shu Uemura, esse é meu sonho!!

    Vou add vcs no meu bloglist.

    bjss

    ResponderExcluir
  5. OI legal o seu blog.. vi em um post seu as suas compras internacionais, Por favor, vc poderia me indicar no ebay um vendedor de confiança, a q vc compra sei la... se poder me passar o nome ou o link ficarei mto agradecida.
    ferharumi@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Voce sabe que a Bourjois é da mesma compania que fabrica os cosméticos da Chanel, né? É feito para ser a Chanel mais acessível, na Inglaterra vende em qualquer farmácia. A qualidade é excelente, pode comprar qualquer produto sem susto. Os meus preferidos sao os rímeis, todos fabulosos. Voce pode ter certeza que fez excelentes compras. Essa aula deve ter sido o máximo.

    ResponderExcluir